A Bitcoin é o «rock and roll» da atual geração jovem
Página principal Análise, Blockchain, Bitcoin, Criptomoedas
Tema do momento
14 Maio
1576 1k

Se perguntar ao Google pela Bitcoin irá concluir que a maior criptomoeda do mundo é o «rock and roll» dos jovens de hoje — a opinião de Clem Chambers, que colabora com o Forbes.com

Quando nasci, o rock and roll era o rock and roll da minha geração. Para a geração seguinte o rock and roll foram os vídeo-jogos e para a geração a seguir a essa terão sido os computadores. Agora, a tecnologia blockchain, por detrás das criptomoedas, vai fazer pela Geração Z o que os computadores fizeram pela anterior.

Talvez a Bitcoin (e a blockchain) seja mesmo o rock and roll da geração Z, ou geração pós-geração do milênio. Falamos da atual geração jovem, que adora as criptomoedas — como nenhuma outra. Estes nativos digitais, que nasceram com um tablet no berço, que tocam nas telas dos seus celulares sem olhar, são a geração Bitcoin. A entendem.

Mas vamos recorrer ao Google, Google Trends para sermos exatos, para percebermos o quão grande é a Bitcoin em termos de interesse:

A linha amarela representa o interesse pelo mercado de ações estadunidense Nasdaq e a linha encarnada simboliza a curiosidade por Donald Trump — no espaço dos últimos 12 meses e a nível global. Isto nos diz que o interesse pela Bitcoin, a linha azul, é verdadeiramente colossal. [Pode buscar e comparar os mesmos termos por você mesmo].

Então e comparando com a National Football League (NFL), por exemplo?

É necessária uma liga esportiva como a NFL — a liga profissional de futebol americano dos Estados Unidos, neste caso a linha encarnada — para encontrar um nível de interesse semelhante ao da Bitcoin (novamente a linha azul). Curiosamente a NFL vale 63 bilhões de dólares e a Bitcoin 150 bilhões de dólares (dados de dia 9 de maio).

Conclusões

O valor de uma criptomoeda é determinado pela atenção que lhe é prestada.

Assim, o Google Trends surge como um excelente indicador da direção futura da Bitcoin e do mercado de criptomoedas.

Se o interesse (Google Trends) voltar a aumentar poderá ser um indicador de que a Bitcoin (Bitcoin) se está movendo novamente. Os «nocoiners», pessimistas, temem aquilo que não querem perceber — mas os níveis de interesse pela Bitcoin demonstram claramente que a criptomoeda tem o que é preciso para se tornar convencional.

Este magnetismo irá impulsionar a Bitcoin, outras criptomoedas e a blockchain — e mais depressa do que outras tecnologias revolucionárias. Irá proporcionar uma era épica de inovação. A blockchain vai fazer pela Geração Z o que os computadores fizeram pela anterior — e será melhor estar no comboio do que à frente dele.

Fonte: Forbes

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar