Criptomoedas: as principais notícias de hoje, 22 de dezembro de 2017
MorozkiArt
Página principal Síntese, Criptomoedas
Tema do momento
22 de Dezembro de 2017
12018 12k

As principais notícias do mercado de criptomoedas

Bitcoin está sendo negociada ao redor de 13.000 dólares. Depois de queda abrupta para menos de 12.000 dólares o preço da Bitcoin rodeia agora, pelas 15h30 de Brasília, os 13.000 dólares. A sua capitalização de mercado corresponde atualmente a 219,9 bilhões de dólares. Os analistas avançam várias razões para a queda: uma correção do mercado, o fato dos investidores estarem procurando diversificar os seus investimentos ou o crescente receio com frequentes ataques de hackers.

Queda generalizada do mercado de criptomoedas. A Bitcoin não é a única criptomoeda registrando queda (acentuada) hoje. As 10 maiores criptomoedas do mundo, de acordo com a classificação da Coinmarketcap, têm vindo registrando queda relevante ao longo do dia — e 96 das 100 maiores criptomoedas do mundo também se encontram em queda (dados para as últimas 24 horas). As exceções: Bitcoin Dark, Santiment Network Token, Agoras Tokens e ZenCash.

A capitalização total do mercado de criptomoedas corresponde atualmente (15h30 de Brasília) a 495,8 bilhões de dólares.

Entretanto, nas últimas 24 horas:

  • O preço da Bitcoin (Bitcoin) caiu 14,96% para 13.306,90 dólares
  • O preço da Ethereum (CRC: ETH/USD.CRC) diminuiu 18,98% para 656,37 dólares
  • O preço da Bitcoin Cash (EXANTE: BCH.EXANTE) caiu 17,19% para 2.666,32 dólares
  • O preço da Ripple diminuiu 9,52% para 0,99 dólares
  • O preço da Litecoin caiu 18,02% para 250,76 dólares

Próximas ICO:

  • 1 de janeiro de 2018: XWIN CryptoBet
  • 1 de janeiro de 2018: WinTokens
  • 10 de janeiro de 2018: SiGame
  • 15 de janeiro de 2018: EternalNode
  • 15 de janeiro de 2018: BRC ICO
  • 16 de janeiro de 2018: Malevich

Consulte a lista completa de ICO a decorrer aqui.

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente