Foxconn vai produzir celular baseado na «blockchain»
Página principal Síntese, Blockchain, Ethereum, Bitcoin, Criptomoedas, Bancos Centrais
Tema do momento
5 Abril
1182 1k

As principais notícias do mercado de criptomoedas esta manhã

Foxconn produz dispositivo móvel da Sirin Labs

A Foxconn Technology Group, empresa de Taiwan, se tornou a maior fabricante de eletrônica do mundo por contratação, produzindo iPhones, Kindels e PlayStations. Agora, está trabalhando para levar as criptomoedas às massas, produzindo um dispositivo móvel que irá facilitar a sua utilização, de acordo com o avançado pela Bloomberg. Se estima que as entregas tenham início em outubro.

Mercado de criptomoedas desliza a meio de recuperação

Há algumas horas o preço da Bitcoin caiu para 6650 dólares e agora a maior criptomoeda do mundo está sendo negociada em torno de 6900 dólares. A maioria das altcoins continua em território negativo, com notável excepção da TRON, que subiu mais de 30% em 24 horas (dados apurados às 6h de Brasília). A capitalização do mercado como um todo ronda os 260 bilhões de dólares.

México testa «blockchain» para supervisionar licitações para contratos públicos

A coordenadora da estratégia digital nacional do México, Yolanda Martinez, anunciou recentemente o Blockchain HACKMX, um projeto que afirma estar sendo desenvolvido desde setembro. «Aplicando a tecnologia blockchain aos contratos públicos seremos capazes de saber se uma empresa que fornece serviços ao governo é fiável,» avançou Martinez em um tweet.

Governo iraniano debate a proibição do Telegram no seguimento de ICO

Hassan Firouzabadi, secretário do Conselho Supremo para o Ciberespaço, está pressionando para que o Telegram, o mais popular aplicativo de mensagens no Irã, seja proibido sob receio de que o seu novo token possa «prejudicar a moeda nacional». Hassan Rouhani, presidente do Irã, respondeu que bloquear «não é a solução para criar aplicativos locais de mensagens.»

OKEx nega responsabilidade por adulteração de preços no mercado de futuros de Bitcoin

Em declaração divulgada ontem, a plataforma de câmbio de criptomoedas sediada em Hong Kong negou responsabilidade por manipulação de mercado que tenha levado a queda do preço da Bitcoin abaixo dos 5000 dólares no seu mercado de futuros na semana passada, quando a média de preço se situava em torno de 7000 dólares a nível global. Se trata da quarta mais popular plataforma de câmbio de criptomoedas.

Reserva Federal dos EUA não crê que as criptomoedas sejam uma ameaça

Durante um discurso na Stern School of Business em Nova Iorque, Lael Brainard, governadora da Reserva Federal dos EUA, avançou que o banco central está monitorando a «extrema volatilidade» dos preços das criptomoedas, particularmente da Bitcoin, mas não acredita que as mesmas representem uma ameaça para a estabilidade financeira dos Estados Unidos.

Índia procura Ethereum em detrimento da Bitcoin

Por quase meio ano, os entusiastas das criptomoedas na Índia procuraram mais pela Ethereum do que pela Bitcoin — de acordo com o avançado pela fornecedora nacional de internet Jana. Investigadores confirmaram ser duas vezes mais provável a busca por Ethereum do que pela Bitcoin no final de fevereiro. A razão poderá se prender com as fortes oscilações de preço da maior criptomoeda do mundo.

A capitalização total do mercado de criptomoedas corresponde atualmente (6h25 de Brasília) a 258,5 bilhões de dólares

Entretanto, nas últimas 24 horas:

  • O preço da Bitcoin (Bitcoin) caiu 5,16% para 6891,45 dólares
  • O preço da Ethereum (ETH/USD) desceu 3,87% para 384,12 dólares
  • O preço da Ripple (XRP/USD) caiu 5,29% para 0,5 dólares
  • O preço da Bitcoin Cash (Bitcoin.Cash) desceu 5,36% para 645,05 dólares
  • O preço da Litecoin (LTC/USD) caiu 5,08% para 120,12 dólares

Próximas ICO

  • 15 de abril: OneToTwo
  • 16 de abril: ALTAIR VR Encyclopedia
  • 1 de maio: Minery

Consulte a lista completa de Ofertas Iniciais de Moeda (ICO) decorrendo aqui.

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar