Capitalização do mercado de criptomoedas caiu abaixo dos 200 bilhões de dólares
Nikko Macaspac/Unsplash
Página principal Síntese, Criptomoedas, Bitcoin
Tema do momento
14 Agosto
1806 1k

As principais notícias do mercado de criptomoedas esta manhã

Capitalização do mercado caiu para mínimo deste ano

A capitalização do mercado de criptomoedas como um todo caiu abaixo da marca dos 200 bilhões de dólares esta madrugada. Entretanto, às 6h30 de Brasília rodeia os 193 bilhões de dólares. Todo o top 100 das maiores criptomoedas do mundo se encontra no vermelho e a Bitcoin assinala queda superior a 6%, se encontrando cotada ao redor de 6062 dólares. Dados apurados junto do Coinmarketcap.

Lucro da japonesa GMO Coin disparou 7,3 vezes

No segundo trimestre deste ano a GMO Coin, a plataforma de câmbio de criptomoedas da gigante da Internet GMO, observou aumento de 7,3 vezes da sua receita em comparação com o trimestre anterior. As suas vendas líquidas geraram 12,8 milhões de dólares — e alcançou lucro operacional de 4 milhões de dólares. Além disso, este segmento da GMO revelou que as «contas de clientes estão crescendo de forma constante» na sua plataforma.

Negociação de Bitcoin aumentou significativamente na Turquia

O volume de negociação nas plataformas de câmbio de criptomoedas turcas disparou nas últimas 24 horas com cidadãos buscando um refúgio em relação à lira enfraquecida — resultado de lutas comerciais com os Estados Unidos (imposição de novas tarifas a produtos turcos). O volume de negociação na plataforma doméstica Btcturk, por exemplo, aumentou 350% no espaço de 24 horas.

Já conhece o «Lambonomics»?

Foi criado recentemente o índice Lambo, o equivalente ao índice Big Mac para as criptomoedas, desta feita com referência ao Lamborghini Huracan. O índice mostra quanto custa comprar um Huracan, avaliado em 200 mil dólares, usando várias criptomoedas. O mesmo revela qual deverá ser a taxa de câmbio e avalia se a valorização da criptomoeda está correta. Por agora são partilhadas cotações para a Bitcoin, Litecoin e Ethereum.

Criptomoedas consideradas «ilegais» na Arábia Saudita

Com um aviso publicado em uma página do governo, a Arábia Saudita se tornou o mais recente país declarando as criptomoedas ilegais dentro das suas fronteiras. Porém, o reino estritamente religioso não especificou medidas punitivas contra os infratores. Já vem sendo comum a sua proibição do que considera uma ameaça para o governo — só recentemente permitiu o aplicativo WhatsApp, por exemplo.

Regulador japonês intensifica vigilância a plataformas de câmbio

A Agência de Serviços Financeiros do Japão deverá intensificar a supervisão das plataformas de câmbio de criptomoedas licenciadas — se destacando que irá aprofundar os critérios para as empresas que procuram autorização para tal. A agência expressou preocupação, declarando não estar sendo feito muito para reforçar a segurança e combater o branqueamento de capitais nas plataformas.

Venezuela poderá criar um banco central para as criptomoedas

Um membro da Assembleia Constituinte Nacional da Venezuela revelou que a mesma se encontra preparando uma reforma da Constituição do país — onde se incluirá a criação de um banco central para as criptomoedas. Tal se segue aos mais recentes esforços do governo venezuelano de ligar o bolívar à petro, a criptomoeda que criou este ano e que é suportada pelas reservas de petróleo do país.

A capitalização total do mercado de criptomoedas corresponde atualmente (6h45 de Brasília) a 193,8 bilhões de dólares

Entretanto, nas últimas 24 horas:

  • O preço da Bitcoin (Bitcoin) caiu 6,34% para 6072,40 dólares
  • O preço da Ethereum (ETH/USD) caiu 17,06% para 267,24 dólares
  • O preço da Ripple (XRP/USD) caiu 13,91% para 0,26 dólares
  • O preço da Bitcoin Cash (Bitcoin.Cash) caiu 15,56% para 496,11 dólares
  • O preço da Stellar (EXANTE: XLM.EXANTE) caiu 9,73% para 0,21 dólares

ICO decorrendo

  • Tutellus

Próximas ICO

  • 15 de agosto: COTI
  • 1 de setembro: BetOnChart
  • 1 de setembro: AirGlobalChain

Consulte a lista completa de ICO decorrendo aqui [em Inglês].

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente