Página principal Infografia, Criptomoedas, Bitcoin, Mineração
Tema do momento
20 Setembro
411 411

Muito tem sido escrito sobre a grande quantidade de energia necessária para minerar (ou extrair) bitcoins. Não há dúvida de que a energia consumida pela mineração é significativa em termos absolutos. Porém, vale a pena colocar a questão em perspetiva. A Bitcoin não é um país, logo a sua utilização de energia não deve ser comparada à utilização de um país ou países, como se vê frequentemente por aí. Uma vez que a Bitcoin e o ouro constituem reservas de valor, fará mais sentido comparar o uso de energia e os custos associados à extração dos dois.

A extração de ouro é mais dispendiosa que a extração de «bitcoins»

Segundo os dados fornecidos pelo portal LongHash, com referência a pesquisa da empresa Panda Analytics, a mineração de ouro corresponde a cerca de 0,27% do consumo mundial de petróleo, enquanto a mineração de bitcoins utiliza cerca de 0,07% da capacidade mundial de eletricidade — e se gastam, todos os anos, mais de 87,3 bilhões de dólares com a extração de ouro, enquanto a extração de bitcoins equivale a um gasto de 4,3 bilhões de dólares. A mineração de ouro é, assim, 20 vezes mais dispendiosa do que a mineração de bitcoins.

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente