5 Dicas para investidores interessados no setor da tecnologia
Página principal Finanças

Conheça as dicas de Leo Sun, que colabora com o fool.com

Muitos investidores focados no crescimento apreciam as ações de empresas de tecnologia pois estas geram, ocasionalmente, ganhos que superam o mercado em apenas alguns anos. Ao longo da última década, a gigante de e-commerce Amazon.com (NASDAQ: Amazon.com [AMZN]) subiu perto de 2.500% enquanto a Baidu (NASDAQ: Baidu [BIDU]) – o maior motor de busca na China – subiu quase 2.000%.

Esses ganhos parecem explosivos mas muitas outras ações de empresas de tecnologia também dispararam ao longo dos mesmos 10 anos. Os investidores interessados neste setor devem lembrar-se de cinco dicas simples antes de comprarem as suas ações de tecnologia.

1. Compreenda o que faz a empresa em questão

5 Dicas para investidores interessados no setor da tecnologia
Anna Hoychuk / Shutterstock.com

O secor da tecnologia está cheio de empresas que promovem tecnologias “quentes”. No entanto, os investidores costumam comprar ações dessas empresas com base nas recomendações de analistas sem realmente perceberem o que as empresas em questão vendem. Assim como Warren Buffett disse: “Nunca invista em uma empresa que não compreende.”

É por isso que a Apple (NASDAQ: Apple [AAPL]) é uma ação tão popular entre os investidores tradicionais e institucionais. A sua área de negócios é fácil de compreender – a maioria da sua receita vem das suas linhas de produtos de hardware (iPhone, iPad, Mac) mas está gradualmente se virando para serviços pagos (Apple Pay, Apple Music, Apple Care) para reduzir a sua dependência do hardware.

Outras empresas têm pontos fortes escondidos. A Amazon é geralmente conhecida como site de e-commerce mas o seu segmento mais rentável é, na realidade, a AWS – a maior plataforma na nuvem do mundo. Os lucros desse segmento compensam as margens muito menores do seu segmento de e-commerce.

2. Procure líderes de mercado

Quando invisto em ações de tecnologia procuro, normalmente, as melhores líderes de mercado. Estas líderes têm geralmente forte capacidade de definição de preços, margens estáveis e a habilitação para explorar economias de escala e estratégias para marginalizar rivais menores.

A Amazon exibe todas essas qualidades no mercado de e-commerce e da nuvem. A Cisco (NASDAQ: Cisco Systems [CSCO]) tem os mesmos pontos fortes no mercado de equipamentos de rede enquanto a Salesforce (NYSE: Salesforce.com [CRM]) tem vantagens semelhantes na área da gestão do relacionamento com o consumidor baseada na nuvem.

3. Olhe sempre em frente

O pior erro que uma empresa de tecnologia pode cometer passa por ficar aquém da curva tecnológica. No entanto, grandes empresas de tecnologia ficam muitas vezes aquém pois se focam mais no crescimento trimestral, nos dividendos ou em recompras do que no aumento dos seus orçamentos para Investigação e Desenvolvimento. Também acontece as líderes de mercado, com os seus egos impulsionados por glória temporal, descartarem prematuramente possíveis inovações.

Foi precisamente o que aconteceu à BlackBerry (NASDAQ: BlackBerry [BBRY]), que controlava um quinto do mercado de smartphones há sete anos. Depois da sua quota de mercado ter caído para perto de 0%, decidiu parar de produzir os seus próprios smartphones no final de setembro.

O mesmo pode ser dito da Intel (NASDAQ: Intel [INTC]), com o mercado de chips móveis, e da Microsoft (NASDAQ: Microsoft Corporation [MSFT]), que cedeu o mercado de sistemas operativos móveis à Apple e Google da Alphabet (NASDAQ: Alphabet Class A [GOOGL]).

Se uma empresa de tecnologia deixar de inovar e simplesmente seguir as tendências do mercado, os seus dias de alto crescimento poderão terminar. É o que poderá estar acontecendo com a Apple, que está seguindo mercados “quentes” como o mercado de smartwatches e de streaming de música, em vez de lançar novos dispositivos revolucionários como o iPod e iPhone.

4. Compreenda a avaliação das ações

5 Dicas para investidores interessados no setor da tecnologia
Jeramey Lende / Shutterstock.com

Os investidores costumam pagar bastante por ações de tecnologia com alto crescimento. Podem tratar-se, no entanto, de investimentos sólidos se as suas valorizações forem apoiadas por crescimento de lucro comparável. As ações da Amazon, por exemplo, são negociadas a 79 vezes os lucros futuros – e espera-se que a empresa alcance aumento de lucro na ordem de 80% no próximo ano.

No entanto, estas valorizações podem ser enganadoras se uma empresa registar crescimento de vendas explosivo com perdas cada vez maiores, por exemplo. Nesses casos, os investidores devem verificar a situação da empresa, como o seu fluxo de caixa livre, para analisar a saúde dos seus negócios.

5. Não ignore “tecnologia antiga”

Muitos investidores se focam nas ações de tecnologia com alto crescimento mais sexys mas devem se lembrar que as empresas com crescimento mais lento – como a Cisco, a Microsoft, a Intel e IBM – são ainda grandes fontes de rendimento estável. Estas empresas também recompram muitas ações, elevam regularmente os seus dividendos e negociam em múltiplos muito mais baixos do que ações com alto crescimento – surgindo como participações ideais para a sua carteira.

Conclusão

Comprar o que compreende, identificar as líderes de mercado – as mais inovadoras – e compreender a valorização das ações. Os investidores atentos a estes aspectos poderão encontrar ações de tecnologia sólidas para manter para o longo prazo.

Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente