Estarão as suas criptomoedas seguras?
NeONBRAND/Unsplash
Página principal Finanças, Investimento em criptomoedas, Criptomoedas
Tema do momento
13 Abril
2798 2k

Saiba como minimizar o risco de perder as suas criptomoedas com as 16 regras que sugerimos

Costuma deixar a sua conta aberta depois de uma sessão de negociação? Será possível adivinhar ou descobrir a informação para recuperação do endereço de correio eletrônico ligado à sua conta de negociação? Costuma buscar «Binance», clicando de seguida na ligação que surge, em vez de digitar o endereço da página diretamente no navegador?

Se respondeu SIM a alguma das questões acima então poderá estar se expondo a riscos desnecessários. Considere as recomendações que avançamos. Embora possa parecer exagerado implementar todas, será prudente tomar algumas precauções aquando da negociação e armazenamento de ativos tão vulneráveis a furto como as criptomoedas.

Relembramos que os ataques cibernêticos a grandes plataformas de câmbio de criptomoedas têm sido recorrentes: desde o ataque à MT. Gox em 2014, que resultou no furto de bitcoins no equivalente a 475 milhões de dólares, ao mais recente roubo na ordem de 500 milhões de NEM de que a plataforma Coincheck foi alvo, no início deste ano.

Estarão as suas criptomoedas seguras?
A Ethereum Classic resultou de ataque à DAO em 2016

Embora não haja muito a fazer caso uma plataforma se encontre comprometida, há precauções que pode tomar para evitar a perda de fundos por falha individual. Há vários exemplos nessa categoria também (indivíduos que não tomaram as precauções necessárias), nomeadamente os 50 milhões de dólares roubados aos usuários da plataforma Blockchain.info.

Estarão as suas criptomoedas seguras?
Site de phishing

Nesse caso, os furtos decorreram graças a longo uso de anúncios de phishing. Os indivíduos por trás do golpe compraram Google Adwords para termos relacionados com criptomoedas, abafando a verdadeira página Blockchain.info com ligações semelhantes como Blockclain.info, e roubaram as chaves privadas dos usuários que acederam a essas páginas quase idênticas.

Assim, nada como prevenir. Embora algumas das recomendações que se seguem possam parecer óbvias, é certo que muitos investidores falham em pelo menos uma.

Criptomoedas armazenadas em uma plataforma de câmbio:

  • Configure um endereço de correio eletrônico para cada conta de negociação.
  • O endereço de correio eletrônico usado para uma plataforma deve ter autenticação de dois passos ativada — e não deverá ter a possibilidade de recuperação de conta.
  • Utilize um nome de usuário (do seu correio eletrônico) único e difícil de adivinhar.
  • Utilize todos os caracteres disponíveis para criar a senha correspondente.
  • Não utilize uma senha já em uso em outros locais.
  • Use um navegador privado quando abre uma plataforma de câmbio e apague o histórico e os cookies.
  • Não guarde os detalhes de acesso à sua conta na plataforma de câmbio com preenchimento automático (nome de usuário e senha) no seu computador.
  • A plataforma de câmbio deve ter autenticação de dois passos ativada.
  • Guarde as chaves de recuperação da autenticação de dois passos em um local seguro.
  • Mantenha na plataforma apenas os fundos que está planejando negociar ativamente.
  • Execute o software antivirus com regularidade.
  • Nunca clique em anúncios.
  • Digite sempre o endereço da plataforma no seu navegador.

Criptomoedas armazenadas fora de plataforma de câmbio:

  • Use uma carteira em versão hardware para armazenamento a frio ou um dispositivo que nunca tenha estado ligado à Internet para gerar uma carteira e chaves privadas.
  • Mantenha as chaves privadas da sua carteira em um local seguro.
  • Nunca divulgue o valor que detém em criptomoedas em público.

Fonte: Hackernoon

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar