Estados Unidos investigam possível manipulação de preço da Bitcoin
Página principal Finanças, Bitcoin, Criptomoedas, EUA
Tema do momento
24 Maio
347 347

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos deu início a uma investigação criminal em torno da possibilidade de traders se encontrarem manipulando o preço da Bitcoin e de outras criptomoedas — aumentando, assim, o escrutínio do país a este mercado, que críticos afirmam estar repleto de má conduta. A notícia é avançada pela Bloomberg.

A investigação se foca em práticas ilegais que podem influenciar os preços — como a inundação do mercado com falsas ordens para induzir outros traders a comprar ou vender. Promotores federais estão trabalhando com a Commodity Futures Trading Commission (EUA), regulador financeiro que supervisiona derivados ligados à Bitcoin.

As autoridades temem que as criptomoedas se encontrem suscetíveis a fraude por várias razões: ceticismo quanto à capacidade das plataformas de monitorizar ativamente os seus usuários, grandes oscilações de preço capazes de encobrir golpes e ausência de regulamentação como a que supervisiona as ações e outras classes de ativos.

Preocupações semelhantes levaram países como a China a proibir as plataformas de câmbio de criptomoedas ou como o Japão e as Filipinas a regulá-las — contribuindo para a queda de preço da Bitcoin (Bitcoin) e de outras. Ainda assim, este mercado continua uma «febre» global, atraindo legiões de fiéis e, cada vez mais, a atenção de Wall Street.

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar