Página principal Notícias, Bitcoin, Criptomoedas
Tema do momento
16 de Outubro de 2017
2754 2k

As transações com Bitcoin recorrem a tanta energia que a eletricidade usada para uma única transação poderia alimentar uma casa por quase um mês, de acordo com um paper do banco holandês ING.

Se estima que uma transação com Bitcoin recorra a 200 kWh de energia.

“200kWh são suficientes para a minha casa, para quatro semanas – uma vez que consome cerca de 45kWh por semana, o equivalente a 39 euros.” – Escreveu Teunis Brosens, economista sênior do ING.

As transações com Bitcoin usam muita energia para tornar a verificação (mineração) cara – tornando as transações fraudulentas dispendiosas e dissuadindo possíveis abusos da moeda.

“Ao garantir que a verificação das transações é dispendiosa, a integridade da rede é preservada com nós benevolentes controlando a maioria do poder de computação.” – Continuou Brosens.

Mais: a Bitcoin não usa apenas uma vasta quantidade de eletricidade para completar transações. Usa uma quantidade exponencialmente superior à usada pela maioria das formas tradicionais de pagamento eletrônico.”

Dentro do mesmo tema relembramos este artigo:

A mineração de Bitcoin consome mais energia que Moçambique
Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar