Página principal Notícias, Criptomoedas
Tema do momento
12 de Dezembro de 2017
2168 2k

O grupo japonês GMO Internet Group ofereceu aos seus colaboradores a possibilidade de receberem parte dos seus salários em bitcoins, de acordo com o avançado pelo bitcoin.com.

A partir de fevereiro de 2018 os colaboradores do GMO Internet Group, que emprega 4.710 pessoas, poderão receber parte dos seus salários em bitcoins. A iniciativa irá se estender a todo o grupo (que detém 42 empresas, incluindo a plataforma de criptomoedas GMO Coins e uma das maiores plataformas de forex do mundo, a GMO Click) mais tarde.

Em uma fase inicial o pagamento mínimo em bitcoins será equivalente a 88 dólares e o máximo a 881 dólares. O valor será deduzido do salário total — e o restante será pago normalmente, em ienes. Para receberem o pagamento em bitcoins os colaboradores terão de criar conta na plataforma GMO Coins.

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar