Página principal Notícias, Criptomoedas, EUA, Facebook, Google, China, Rússia
Tema do momento
28 Março
343 343

Associações relacionadas com criptomoedas e com a tecnologia blockchain da Rússia, China e Coreia do Sul planejam apresentar uma ação coletiva contra as grandes tecnológicas que estão proibindo anúncios relacionados com este mercado — se destacando que chegaram a acordo para levar a questão a um tribunal estadunidense em conferência realizada recentemente em Moscou. O processo irá desafiar as restrições impostas pela Facebook (NASDAQ: FB), Google e Twitter — e aparentemente também pela russa Yandex.

A mais popular rede social do mundo, a Facebook, e a empresa por trás do maior motor de busca a nível global, a Google (NASDAQ: GOOGL), proibiram anúncios relacionados com criptomoedas em geral (incluindo publicidade a Ofertas Iniciais de Moeda) em janeiro e março, respetivamente. Entretanto, meios de comunicação russos avançaram notícias quanto a uma decisão semelhante da empresa por trás do maior motor de busca do país, o Yandex — e, de acordo com a Reuters, a Twitter também confirmou uma iniciativa idêntica.

O Bitcoin.com avança que a ação será movida nos Estados Unidos em maio — e será apresentada pela recém-criada Eurasian Blockchain Association, em representação das associações dos vários países mencionados. Está prevista a criação de um fundo (de criptomoedas) para financiar a ação legal.

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar