Página principal Notícias, Criptomoedas, Investimento em criptomoedas
Tema do momento
25 Julho
540 540

A Voyager, start-up estabelecida por um dos cofundadores da Uber em parceria com outros empreendedores e investidores, revelou hoje que planeja lançar uma plataforma de câmbio de criptomoedas sem comissões de negociação. Segundo o planejado a plataforma disponibilizará pelo menos 15 criptomoedas, incluindo Bitcoin (Bitcoin) e Ethereum.

A plataforma irá funcionar como agregador dos preços de criptomoedas avançados em mais de uma dezena de plataformas de câmbio — permitindo a compra e venda de criptomoedas ao melhor preço disponível entre as diferentes opções consultadas. A Voyager acredita poder vir a executar ordens a melhores preços do que aqueles que os clientes costumam obter ao visitar uma só plataforma como a Coinbase ou a Binance.

A empresa irá compensar a ausência de comissões, a fonte de renda da maioria das plataformas de câmbio de criptomoedas, ao «superar o preço médio das criptomoedas no momento em que executar a negociação» — para obtenção de lucro. Ao dispensar as comissões a Voyager irá concorrer com o Robinhood, aplicativo móvel para negociação de ações que também oferece negociação livre de comissões de cinco criptomoedas.

«Vimos uma oportunidade para construir um router dinâmico de ordens inteligentes, capaz de tirar vantagem do mercado,» — Avançou à Fortune Stephen Ehrlich, diretor executivo da Voyager e antigo fundador e diretor executivo da Lightspeed Financial.

A plataforma entra em testes beta no final desta semana e a empresa espera lançar ao público o seu aplicativo móvel para negociação, sem comissões, até final de outubro. Também planeja oferecer funcionalidades adicionais para fundos de cobertura e outros investidores institucionais, bem como notícias ao redor do setor das criptomoedas no seu aplicativo móvel — para ajudar os investidores a tomarem decisões de compra e venda.

Fonte: Fortune

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente