Página principal Notícias, Criptomoedas, Plataformas de criptomoedas
Tema do momento
20 Setembro
77 77

A Agência Nacional de Polícia do Japão divulgou hoje um relatório onde destacou a vulnerabilidade do ecossistema das criptomoedas no país — precisamente no dia em que se noticiou que a Zaif, plataforma de câmbio de criptomoedas japonesa, foi alvo de ataque de hackers e de furto do equivalente a cerca de 60 milhões de dólares.

De acordo com a Agência, o número de incidentes ao redor de furto de fundos de plataformas de câmbio de criptomoedas e de contas individuais triplicou na primeira metade deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado — e os montantes envolvidos em 2018 são muito superiores aos relatados um ano antes.

Ao longo de 2017 foram referenciados 149 casos e furtados mais de 660 milhões de ienes. No primeiro semestre deste ano foram relatados 158 casos e furtados, até agora, mais de 60 bilhões de ienes. O maior incidente, do qual resultou o furto do maior numero de criptomoedas, decorreu do ataque à plataforma Coincheck em janeiro.

Quanto às notícias de hoje ao redor da plataforma de câmbio Zaif foram mencionadas, à semelhança do verificado com a Coincheck e outras plataformas de criptomoedas, as condições precárias de segurança e a manutenção de fundos em carteiras «quentes» como as vulnerabilidades que propiciaram o ataque.

Fonte: CCN

Leia também:
Por favor, descreva o erro
Fechar
Fechar
Obrigado pelo seu registo
Faça "curtir" a esta página para que a gente possa continuar a publicar artigos interessantes gratuitamente